Doces do Rio Grande do Sul

Doces do Rio Grande do Sul: 6 delícias para você provar

Maior da Serra
Brocker Turismo
Referência em turismo e receptivo na Serra Gaúcha, com dezenas de atividades
PONTOS POSITIVOS:
  • Uma das maiores empresas de turismo da Serra Gaúcha
  • Diversas opções de entretenimento, ingressos e passeios PREMIUM.
Brocker Turismo - Passeios e Atrações com Bons Preços

Está no Rio Grande do Sul e quer provar dos melhores doces do estado, além do churrasco e dos vinhos?

Não se preocupe! Não precisa pesquisar nada mais sobre quais são os doces mais típicos. Preparamos uma seleção bem completa para guiar suas experiências gastronômicas na capital e na serra.

O que você lerá aqui?

Descreveremos com calma cada doce, mas não só. Contaremos também onde provar os doces mais renomados da região.

Só focando em uma rota mais gastronômica, você terá a oportunidade de passear por Porto Alegre e também pelas belas cidades da serra gaúcha.

Assim, além de garantir que vai provar todos os doces típicos do Rio Grande do Sul, também garantirá passeios muito gostosos.

6 dos melhores doces típicos do Rio Grande do Sul

Cuca

Se você vier ao Rio Grande do Sul, não pode deixar de provar um dos doces mais famosos do local!

O que é uma cuca?

É um tipo de bolo trazido por imigrantes alemães para o Brasil.

Apesar de termos falado que é um bolo alemão, a cuca não parece muito convencional. Ela possui um formato mais achatado e uma cobertura inconfundível por causa de sua doçura e crocância!

Como e quando comer?

Alguns dos sabores mais tradicionais da cuca gaúcha são uva, goiabada, leite condensado e chocolate.

Nossa recomendação: prove desse doce delicioso em uma refeição colonial ou no famoso lanche da tarde dos gaúchos. Com um bom leite ou chocolate quente, uma chuvinha leve e o frio típico do sul, não tem como não se apaixonar.

doce cuca
Créditos: Antonello! (Flickr)

Arroz doce

O arroz doce pode ser requisitado não apenas pelos gaúchos, mas por outras regiões do Brasil. Acontece que ele é bastante popular.

No entanto, o prato é muito marcante para os gaúchos principalmente considerando o valor que o Rio Grande do Sul atribui às culturas dos imigrantes.

Um doce com muita história

Curiosamente, o arroz doce foi trazido para o Brasil pelos portugueses. Contudo, ele não nasceu em Portugal. As origens do arroz doce parecem estar na Ásia, não na Europa.

O que vemos aqui é que um dos mais tradicionais doces gaúchos tem uma história relativamente longa. Além disso, quando a história passou por Portugal, ganhou um ingrediente muito valorizado pela gastronomia gaúcha: a canela.

O arroz com toque do Sul

Por fim, algo que torna o doce do Rio Grande do Sul singular é o preparo com leite de vaca. Em outras regiões do país, ele é preparado com leite de coco. Portanto, o sabor é diferente.

Assim sendo, ainda que já tenha provado o sabor nordestino, dê uma chance para a versão gaúcha. Garantimos que os toques que demos à nossa versão a deixaram deliciosa.

Sagu

Até aqui falamos bastante sobre o impacto da imigração europeia na América Latina. No entanto, nem todos os doces que compõem a gastronomia do Rio Grande do Sul foram idealizados fora do país. A história do sagu de vinho comprova a originalidade de muitos dos sabores gaúchos.

O sagu de vinho é dos gaúchos!

Essa receita é nossa, apesar de a mistura de mandioca com vinho ser de autoria de dois imigrantes alemães! Assim, para provar do delicioso sabor das bolinhas cozidas com vinho, é bom estar aqui no Rio Grande do Sul!

Esse prato tem uma textura de creme e é muito docinho. Trata-se de uma ótima sobremesa para provar depois de um churrasco gaúcho. Ah, e não se esqueça de pedir o seu creme de baunilha, geralmente é servido em cima da taça.

sagu
Créditos: Rodrigo Gressler (Flickr)

Ambrosia

Entre os doces típicos do Rio Grande do Sul, não poderíamos deixar de citar a ambrosia.

A história do manjar dos deuses dos gaúchos

Feita com doce de leite e ovos, a história da ambrosia nos leva para a Grécia Antiga. Aparentemente, esse doce era considerado uma espécie de “manjar dos deuses”, pois dava  imortalidade a quem comia dele. Da Grécia, vamos para Portugal e, de Portugal, para o Rio Grande do Sul por meio da história da imigração.

Não podemos garantir imortalidade, mas garantimos muito prazer para quem prova o prato. É um dos doces mais valorizados do Estado, geralmente servido como sobremesa.

Novamente, se tiver a chance de provar um churrasco do Rio Grande do Sul, escolha a ambrosia como sobremesa. A combinação cai super bem!

Chimia

A gastronomia do Rio Grande do Sul recebeu muita influência da culinária dos imigrantes. O nome “chimia” retoma a pronúncia da palavra alemã Schmier e esse doce é uma representação perfeita do significado desse termo, pois é um prato bem cremoso.

De modo geral, o sabor e a textura da chimia lembram uma geleia. Esse é um carro chefe do lanche da tarde gaúcho. Sem chimia na mesa de uma vovó gaúcha, algo fica faltando.

Consuma aqui e leve para casa!

Se você estiver viajando rapidamente por Porto Alegre ou pela serra gaúcha, pode comprar o doce para comer na sua casa. Enquanto a maioria das iguarias gaúchas é feita para comer na hora, a chimia é embalada. Assim, você pode comer quando quiser.

chimia
Créditos: Feijão com Vegemite (blog)

Cueca virada

Por fim, não podemos deixar de citar a deliciosa cueca virada! É um doce trazido para o Rio Grande do Sul pelos imigrantes portugueses, cujo sabor vai muito bem com uma bebida quentinha. Talvez um leite quente?

A massa crocante e polvilhada com açúcar desse prato faz muito sucesso como um dos doces típicos do Rio Grande e vale a pena experimentar.

Onde comer doces típicos do Rio Grande do Sul em Porto Alegre?

Agora que você já conhece 6 dos doces típicos do Rio Grande do Sul, encerramos este artigo com indicações de locais para que você possa prová-los!

O sabor de Portugal e da Alemanha em Porto Alegre

No caso dos doces, as referências vêm principalmente de Portugal e da Alemanha devido à colonização da região. Por esse motivo, se for a Porto Alegre, recomendamos casas que fazem justiça à tradição de cada receita: Cuca Haus, Confeitaria Streuselkuchen e Confeitaria Berola (original de Pelotas).

Onde comer doces típicos do Rio Grande do Sul na serra gaúcha?

Se tiver a chance de passear pela serra, recomendamos uma refeição colonial no Gramado Café Colonial, em que poderá provar muitas receitas da gastronomia alemã.

Além disso, não deixe de provar o sabor das cucas do Filó Café, no Vale dos Vinhedos, os outros doces da confeitaria Sweez, em Caxias do Sul, ou as delícias da Confeitaria Berola de Pelotas.

Considerações finais

Prometemos que faríamos uma seleção com os melhores doces típicos do Rio Grande do Sul.

Não só cumprimos com a nossa promessa como demos sugestões de onde provar os sabores dessas receitas maravilhosas na capital e em cidades da serra gaúcha, como Pelotas e Gramado.

Esperamos que você aproveite a sua viagem pelas terras gaúchas e que o resultado de ficar por dentro dessas informações tenha deixado os seus roteiros mais doces!

Quer Economizar nos Principais Restaurantes e Passeios da Cidade?

Com o Prime Gourmet, você consegue – de forma fácil e rápida.

O Prime Gourmet é um aplicativo de celular, que fez parceria com centenas de restaurantes e passeios da cidade para te oferecer apenas o melhor.

Basicamente funciona assim: A cada prato / ingresso comprado, você ganha outro (de igual ou menor valor). Ou seja, facilmente, você economiza 50% do custo que teria comprando tudo separadamente.

É uma excelente opção para quem está viajando em casal.

Atenção: Para ficar ainda melhor, os leitores do Mala Pronta Gramado ganham R$10 de desconto na aquisição com o cupom MALAPRONTA.

Clique no botão abaixo e reserve agora uma disputada entrada com o cupom MALAPRONTA – e economize MUITO em sua viagem.

Descubra como Economizar Até 50% em mais de 213 Estabelecimentos de Gramado e Canela