ECONOMIZE
Tchê Ofertas
Reserve seus restaurantes antecipadamente, sem filas e com até 30% de desconto
PONTOS POSITIVOS:
  • Possibilidade de parcelamento no cartão
  • Descontos exclusivos nos principais restaurantes
  • Reserva antecipada para evitar filas
Tchê Ofertas - Confira descontos exclusivos nos principais restaurantes da cidade

Viajar ao Rio Grande do Sul pode significar muitas coisas: culturas diferentes, sobretudo as relacionadas a Alemanha, Itália e Portugal. Pode ser que você se apaixone pelo visual de um estado cuja natureza é tão abundante.

Ou que você encontre o que vira a cabeça de muita gente: a gastronomia local.

Com todas as origens que deram à história gaúcha sua tão rica estrutura, as informações vão muito além das descobertas e colonizações. Aliás, a cultura de toda a região está nos diversos pratos que a tornaram referência gastronômica em todo o país.

Desta forma, viajar ao Rio Grande do Sul significa aproveitar todas as refeições conhecendo seus pratos e os temperos que os compõem.

Por isso, preparamos uma lista completa com as 13 comidas típicas da Região Sul para você chegar lá pronto para degustar!

As 13 Melhores Comidas Típicas da Região Sul

Lembrando que as opções não estão categorizadas ‘da melhor para pior’ ou vice-versa. Afinal, culinária é uma opção muito pessoal.

A lista está seguindo à linha da memória – à medida que lembrei de cada opção.

1. Arroz Carreteiro

Arroz CarreteiroNascido nos Pampas gaúchos, o Arroz Carreteiro é um prato tradicional que se espalhou por todo o país, ganhando novas versões e diferentes temperos.

Originalmente com arroz e carne seca, ou charque, hoje é possível experimentar esse prato acompanhado com pimenta e vinagrete, o que gera uma combinação sensacional.

Quem diria, então, que uma mistura feita por vaqueiros décadas atrás se tornaria preferência nacional?

2. Vovó Sentada

Típico do Rio Grande do Sul, este biscoito em formato de “V” tem o nome de Vovó Sentada, talvez porque sua silhueta pareça a de uma senhora na beira da cadeira, como se estivesse apenas observando os netos brincarem.

Com a liberdade poética à parte, é fato que o biscoito é famoso como um dos principais petiscos do estado, feito em suas casas seguido de um bom café, ou possivelmente comprado em qualquer supermercado.

3. Costela Assada

Costela AssadaUm dos grandes orgulhos entre as comidas típicas da Região Sul, é a sua gastronomia pautada nas carnes e seus respectivos cortes, o que torna a experiência de qualquer viajante algo único.

Não é à-toa que a costela, bovina, suína ou de carneiro, se tornou um prato típico tão amado, pois tanto os animais quanto os cortes e o modo de preparo são regionais.

Temperada basicamente com sal grosso, ela pode ser preparada do jeito tradicional, ou na brasa, a fogo lento, tornando a carne suculenta e simplesmente deliciosa.

4. Matambre Recheado

Eis uma carne que é extraída da costela bovina, recheada, assada em fogo lento, ou no bafo, e servida junto a especiarias, como chimichurri ou vinagrete.

Deu água na boca? Esse é o Matambre Recheado, outro prato típico do Rio Grande do Sul, mas desta vez incomum em outras regiões do país. Ou seja, se for para lá, será comum encontrar o corte nos açougues locais.

O recheio pode ser diversificado, mas geralmente inclui queijo, cebola, pimenta ou outra variação de carne, como linguiças regionais. Tudo para manter a suculência e estimular o aroma.

5. X-Gaúcho

X-GauchoO X-Gaúcho é uma das comidas típicas da Região Sul, mas pode ser encontrado em outras regiões do país com nomes como X-Tchê. Independente de como for, é no sul do país que o gosto é insuperável.

Isso porque o lanche é um pão prensado, cujo recheio normalmente inclui uma de suas três variações: picanha assada, hambúrguer e carne desfiada, ou carne de panela.

Além disso, os temperos incluem o simples sal grosso, mas os acompanhamentos deixam a experiência ainda melhor: vinagrete, maionese temperada e uma cerveja artesanal.

6. Espeto Corrido

O Espeto Gaúcho é nada mais do que aquele gigantesco espeto que é encontrado em churrascarias e rodízios, ou seja, é um prato típico do Sul, ou especificamente de Londrina, no Paraná.

Mas a fama do churrasco gaúcho levou esse espeto para todos os lugares do país, fazendo com que seu reconhecimento seja para esse lado, assim como o rodízio.

Ou seja, independente de onde foi a sua criação, o espeto se transformou em uma representação da qualidade do churrasco gaúcho. Não perca a oportunidade de comer em um rodízio por lá.

7. Capeletti

Galeto Di Paolo

De origem italiana, este tipo de massa é uma das opções mais pedidas por quem visita um restaurante gaúcho, pois a influência italiana trouxe consigo a inspiração que o brasileiro precisava para temperar ainda mais o prato.

Ou seja, em cantinas gaúchas você vai encontrar um capeletti servido com molhos e recheios variados, sejam eles inspirados na Itália ou não.

Sua origem é curiosa: ele se baseia na palavra “capellos”, ou chapéu, em italiano, mais especificamente os encontrados na era medieval.

8. Tainha na Taquara

Típica da região Sul, a tainha é um peixe encontrado geralmente em águas salgadas ou temperadas, apesar de haver variações em rios da mesma região.

Neste caso, a Tainha na Taquara é o preparo do peixe nesse que é um tipo de espeto feito de bambu, colocado para assar como se fosse um churrasco.

O material do bambu faz com que os sabores do peixe permaneçam, assim como sua suculência, permitindo que você saboreie tudo o que essa proteína tem a oferecer.

9. Rodízio de Galeto

Rodizio de GaletoO Rodízio de Galeto é uma das especialidades gaúchas, pois traz consigo um hábito italiano de consumir pequenas aves, o que no Brasil se transformou em frangos abatidos no décimo dia de vida. É como se fosse a vitela das aves.

Por isso, é imperdível experimentar esse rodízio, pois não inclui só a ave, a qual é feita na brasa, permitindo que sua carne continue tenra e suculenta, mas também é acompanhada de sopas, massas e saladas.

Quando estiver no Rio Grande do Sul, experimente esse prato típico do jeito que eles gostam de fazer: com a fartura de um rodízio especializado.

10. Polenta

Outro prato típico italiano, a polenta se transformou em uma queridinha no Sul e no Sudeste do Brasil, pois sua versatilidade a possibilita ser um prato principal ou um petisco.

No Sul, é muito comum encontrá-la em sua versão cremosa, a qual é acompanhada por um molho de tomate com carne moída, ou carne desfiada, transformando o prato em uma suculenta viagem à Itália.

Mas, em alguns bares, pode ter sua versão frita, em tiras ou em cubos, acompanhando uma boa cerveja artesanal em Gramado, por exemplo.

11. Café Colonial

Torre Café Colonial

Por falar em fartura, o Café Colonial é uma refeição completa que inclui dezenas de variedades de comidas, incluindo pratos doces e salgados, quentes e frios, e bebidas de diversos tipos.

Suas origens partem da conhecida colonização alemã no sul, a qual se adaptou à fartura de ingredientes brasileiros, transformando esta oportunidade em uma excelente forma de começar o dia – ou tomar um café da tarde reforçado.

Pães, bolos, tortas, frios, queijos, biscoitos, cafés, sucos, embutidos. Um pouco do que você vai encontrar, além dos toques gaúchos e, aqui e ali, italianos e portugueses também.

12. Paçoca de Pinhão com Carne Assada

Este é um dos pratos mais regionais do Rio Grande do Sul, ou seja, é uma opção que você vai encontrar somente por lá, por ser feita com ingredientes locais.

A Paçoca de Pinhão com Carne Assada é simplesmente única: como o pinhão é típico do Sul, por crescer no frio, a sua textura combina perfeitamente com lombo de porco, salsichão, bacon e outros tipos de carnes.

Desta forma, a combinação pode ser encontrada em restaurantes com o sistema de buffet, ou em bares, acompanhando uma boa cerveja ou vinho produzidos na região.

13. Fondue

Terrazo Fondue

A Fondue não é um prato típico brasileiro, mas foi aqui que ganhou notoriedade por agregar ingredientes em suas diferentes versões.

Seja doce ou salgada, é uma oportunidade para os casais mais românticos curtirem o relacionamento, sobretudo nos rodízios, bastante comuns em cidades gaúchas durante o inverno.

Acompanhada de diversos tipos de carnes e pães em sua versão salgada, de queijo, a fondue se torna o prato principal à luz de velas, com um bom vinho e, em seguida, degustada em sua versão doce, com chocolate acompanhado de frutas. Essa é, então, a diferença que torna a Fondue gaúcha tão boa.

Rafael

Rafael

Cristão. Amo videogames, boas séries medievais e claro, tirar um tempo para viajar! :-)

cidade-de-gramado

Quer Economizar Muito em Gramado?

A Tchê Ofertas oferece centenas de cupons de desconto para aproveitar as Melhores Atrações e Restaurantes com Preços Excelentes.

Aproveite por tempo limitado. Clique no botão abaixo agora.